domingo, 19 de outubro de 2008

ENTREVISTA: GÉRMAN PASCUAL - NOVO VOCALISTA DO NARNIA


Pouco tempo atrás tivemos uma grata surpresa quando a banda sueca Narnia anunciou seu novo vocalista, pois tratava-se de Gérman Pascual, que na ocasião, pensava-se ser brasileiro. Mais tarde soube-se que na verdade Gérman é nascido no Uruguai, mas tem uma identificação muito grande com o Brasil, pois passou 16 anos de sua vida morando no Rio de Janeiro.
Desde então, ele tem demonstrado grande desejo de se apresentar no Brasil com sua nova banda, assim como todos os fãs brasieliros, agora ainda mais, pois o Brasil tem uma parcela importante na tragetória desta grande banda.
Gérman Pascual, com muita simpatia nos atendeu o contou um pouco de sua tragetória de vida. Confira!

(Por Nelson Paschoa)
Você nasceu no Uruguai, morou no Brasil, na Espanha e agora está na Suécia. Parece que você desde criança já tem uma vida agitada... Como foi parar na Suécia?
Eu já tinha parentes na Suecia... meu pai recebeu uma proposta de negocios de um primo meu. Meu pai foi 6 mezes antes depois fui eu com minha irmã... eu tinha apenas 14 anos.


Quanto tempo você morou no Brasil?
A primeira vez morei 12 anos e a segunda vez 4 anos... Eu tinha 2 anos a primeira vez.


Então você saiu do Brasil e depois voltou. Parece-me que isso criou em você em identificação muito grande com o Brasil.
Tenha certeza disso... Inclusive foi na segunda vez que eu aceitei Jesus no meu corac,ão. Brasil e muito especial pra mim em todos os sentidos!


Então você se converteu no Brasil. A sua família também é cristã? Ou já era nesta época?
Não... Ninguém era... Mas minha mãe tem uma relação com Deus... Sempre teve na verdade. Agora mais que nunca! Mas ela nunca foi de ir a Igreja... Já minha irmã se converteu quando eu voltei pra Suécia depois de eu ter me convertido. Foi maravilhoso!


Como é o cristianismo aí na Suécia? Já que o país é de maioria protestante.
O Cristianismo em sí é o mesmo... Mas no Brasil a maioridade é católico sem que isso queira dizer que os tais católicos acreditem em Deus de verdade... Concorda? A maioria Se escreve assim? Tenho que praticar mais... (risos) Da mesma forma é aqui na Suécia... O povo se cataloguisa como protestantes sem mesmo saber de que se trata. Más sim têm muitos entre eles que realmente são servos de Deus!


Claro, concordo e está correta a digitação, (risos).. Acha que perdeu um pouco da intimidade com o português? (risos). Pra mim não parece...
Um pouco de insegurança, e só... Já vai passar. Falo diariamente sueco e espanhol... Raramente o português.


Entendo. Você saiu muito jovem do Uruguai, ainda tem identificação forte com sua terra natal?
De certa forma sim... Ainda tenho parentes por lá e meus pais são uruguaios. Me criaram como uruguaio más com a forte influencia do Brasil. Digamos que estou totalmente desatualizado dos hábitos uruguaios.


Falando agora sobre música, soube que tocou bateria e depois passou a cantar quase que casualmente. Pode explicar como foi isso?
(Risos). Eu tocava Trash metal com minha primeira banda. Mas minha carreira de baterista não durou muito tempo. A banda que ensaiava do lado era muito melhor que a minha e uma vez quando eu estava brincando com a voz imitando uns gritos típicos metal veio o baterista da tal banda e me perguntou se eu não queria cantar na banda deles... Eu aceitei sem mesmo saber se sabia cantar ou não--- mas acho que eu já sabia um pouco... (risos).


Ainda toca bateria de vez enquanto?
Toco sim... Mas prefiro cantar.


Isso foi no Brasil?
Não... foi aqui na Suécia...


Estas bandas eram cristãs?
Não eram não... Eu nesse tempo nem sonhava em ser cristão.



Que bandas ou vocalistas te inspiram musicalmente falando?
Ultimamente muitas... Gosto de vocalistas como Dio, Russel Allen, David Coverdale, Rob Rock, Michael Sweet entre outros...


Como foi sua entrada para o Narnia?
Ontem mesmo eu estava falando de como foi na verdade com o baixista do Narnia Andreas (Passmark) Olsson. De acordo com o que ele disse foi ele quem perguntou sobre mim ao baterista da banda "7 Days" e "Minds Eye" Daniel Flores. Eu já tinha um nome antes mesmo de ter voltado pro Brasil... Quando voltei, músicos já me procuravam mas eu não tinha o mínimo interesse de voltar a cantar em bandas... Eu precisava de um tempo. Mas o Daniel me contou que o Narnia tava sem vocal e que eu fui recomendado! WOW!! Eu fiquei sem saber o que dizer...


Pra quem não tinha interesse em voltar a cantar em bandas, deve ter sido uma surpresa e tanto, (Risos).
E foi! Eu sempre gostei muito da banda e não pensei duas vezes... Mas isso não quer dizer que eu já seria o vocalista. Eles receberam muitas propostas tentadoras de vocalistas do mundo inteiro (risos).


Então você teve concorrentes muito fortes. Pode dizer o nome de algum?
Não me atrevi a perguntar quem foram... (risos). Sei que foram muitos. Vocalistas já conhecidos.


(Risos). Acho que eu também não me atreveria, (risos).
Mas fico muito feliz por ter sido escolhido!!


Nós fãs brasileiros também ficamos.
Não poderia ser melhor! Esses músicos são fantásticos e nos damos muito bem!


Quando será a sua estréia?
Você quer dizer ao vivo?


Sim.
Não temos nada marcado ainda mas será logo que o CD sair.


Como andam as gravações? Já têm título e previsão para o lançamento?
Sei que vai sair no ano que vem... Sem data exata. Mas acho que lá pra Abril. Só não posso garantir. Mas tudo vai muito bem.


Você participou das composições também?
Estou compondo ainda... Faço melodias e letras... O CJ faz algumas, eu faço outras e algumas fazemos juntos.


Você tem demonstrado muita vontade de tocar no Brasil. Existe algo encaminhado para isso?
Estamos vendo como fazer pra que isso se torne real más tenho certeza de que logo que o cd saia vamos receber mais propostas.


Assim como todos os fãs aqui no Brasil, espero que isso se confirme.
Amém! Espero que quem tiver contatos e quiserem ajudar a banda é só me contactar.


Connhece bandas brasileiras?
Conheço algumas.


Tem gostado do alguma em particular?
Tenho sim! Gosto muito de Oficina G3, Menahem, Angra... O Brasil tem muitos músicos fabulosos!


Com certeza!
Já te disseram que você lembra fisicamente o Christian Liljegren? (risos).

Não me acho muito parecido más já me disseram sim... (risos).


Risos).. Também não achei tão parecido assim, mas vi bastantes comentários a respeito, por isso perguntei. Você o conhece?
Não pessoalmente, mas algum dia desses vamos ter que nos falar... Aprecio muito seu trabalho.


Imagino que não seja fácil substituí-lo. Já se acostumou com isso?
Já sim... Eu não vejo dessa forma. Pra mim o Christian fez as coisas do seu estilo e eu farei as coisas do meu jeito. Não vou tentar imitar. Simplesmente vou fazer da melhor forma possível más do meu próprio jeito. A banda está conforme com o meu jeito e realmente gostam de como eu canto.


Claro. Não quis dizer no sentido de imitá-lo ou fazer igual, mas no sentido de estar na posição em que ele ocupou por tantos anos. Visto que ele é um dos fundadores do Narnia.
Pois é... Obrigado por me lembrar disso! (risos)... Brincadeira! Acho que estamos mudando muitas coisas na banda. Sinceramente é como se fosse uma nova banda! Material novo, Vocal novo, estilo novo... Mas tenho certeza que é pra melhor!


Muito obrigado por nos atender, mais uma vez parabéns pela conquista, todos os fãs brasileiros estão muito orgulhosos por isso, esperamos ansiosamente pelo Narnia no Brasil em breve.
E nós esperamos ansiosamente de ir tocar no Brasil!! Valeu!! Deus abençoe a todos!!
Fiquem na Paz!

Gérman Pascual no My Space

Narnia no My Space

Um comentário:

Andrehnt disse...

A entrevista ficou muito boa brother.
Aguardo tbem ansioso pelo novo trabalho do Narnia e que Deus abençoe o Gérman Pascual.

abraço.